Município promove palestra sobre prevenção

25/07/2011 14:46

O evento, direcionado aos funcionários públicos municipais, será aberto também às pessoas interessadas em adquirir conhecimentos sobre os riscos de acidentes no trabalho e formas de prevenção

Divulgação

O Município de Jacarezinho, através da Secretaria Municipal de Administração, promove depois de amanhã uma palestra sobre como prevenir acidentes de trabalho. Evento acontece a partir das 16h, no Cine Teatro Iguaçu, para comemorar o “Dia Nacional de Prevenção de Acidente do Trabalho”.

 

 

O evento, direcionado aos funcionários públicos municipais, será aberto também às pessoas interessadas em adquirir conhecimentos sobre os riscos de acidentes no trabalho e formas de prevenção.

 

Para a realização do evento, o Secretário Municipal de Administração espera contar com o apoio do SESI - Serviço Social da Indústria - de Santo Antonio da Platina-PR: “Os primeiros contatos já foram realizados, resta agora formalizar a parceria para a promoção do evento”, explica João Luccas Thabet Venturine, que assumiu a pasta em janeiro de 2010.

 

A ideia de se promover esta palestra partiu de um dos membros da CIPA durante a segunda reunião da Comissão neste ano. “É muito gratificante ver que o Município tem atendido as solicitações da CIPA e, principalmente, que tem tido a preocupação de prevenir os funcionários dos riscos de acidentes de trabalho”, conta Wellington Alves Farias, Vice-Presidente da CIPA.

 

O Dia Nacional de Prevenção de Acidente do Trabalho é lembrado em 27 de julho porque foi nesta data, no ano de 1972, que o então Ministro do Trabalho Julio Barata publicou as Portarias n. 3.236 e 3.237, que regulamentavam a formação técnica em Segurança e Medicina do Trabalho, e atualizou o artigo 164 da CLT, que trata da formação e atuação da CIPA. O Brasil foi o primeiro país a ter um serviço obrigatório de segurança e medicina do trabalho.

 

Segundo a página virtual do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil foi o primeiro país a ter um serviço obrigatório de segurança e medicina do trabalho em empresas com mais de 100 funcionários. 

 

Hoje não se pode pensar uma empresa/órgão público que não esteja preocupada com os índices de acidentes de trabalho. A segurança dentro da empresa é sinônimo de qualidade para a mesma e de bem-estar para os trabalhadores. 

 

Financeiramente, também é vantajosa: treinamento e infra-estrutura de segurança exigem investimentos, mas por outro lado evitam gastos com processos, indenizações e tratamentos de saúde em casos que poderiam ter sido evitados.

 

Departamento de Recursos Humanos / Fabio Principe - Departamento de Comunicação / Alfredo Jorge / Rômulo Madureira