Ginástica laboral

20/03/2011 08:30

Ginástica laboral

 

 A Prefeitura Municipal, por intermédio da Secretaria de Administração, promoveu a contratação da profissional de Educação Física, Camila Ramos dos Santos, que terá a incumbência de implantar o Programa de Ginástica Laboral no quadro dos servidores municipais.

 

Com destacada atuação e experiência no referido segmento,                  a  contratação de Camila vem aparelhar o Departamento de Medicina do Trabalho que já conta com a atuação do Médico do trabalho               Dr. Giovanni Piccinini, da Enfermeira do Trabalho Fernanda Calixto Sales, bem como do Cirurgião Dentista José Márcio Coeli.

 

A implantação da ginástica laboral provoca, nos servidores, reflexos de ordem social, psicológica e fisiológica e são inúmeras as vantagens para o ente público, como por exemplo, a efetiva melhoria do meio ambiente do trabalho, através de relações interpessoais saudáveis e felizes. Além disso, é a principal responsável pela redução de despesas por afastamento médico, por acidentes e lesões de trabalho; condiciona a melhora da imagem da instituição perante os funcionários e também da sociedade; além de aumentar a produtividade e a qualidade do trabalho.

 

Nesse mesmo sentido, ainda, por meio da Ginástica Laboral, são coordenados exercícios específicos de alongamento, de fortalecimento muscular, de coordenação motora e de relaxamento realizado entre 10 a 15 minutos nos diferentes setores ou departamentos da entidade municipal, tendo como objetivo principal a prevenção e a diminuição dos casos de LER/DORT.

 

"Com a implantação da Ginástica Laboral é possível condicionar o servidor física e emocionalmente, de tal sorte que suas ações sejam sempre traduzidas na prestação de melhores serviços públicos à sociedade, destacou o Secretário de Administração João Luccas Thabet Venturine.

 

Além disso, a Prefeita Tina Toneti ressaltou que a valorização do servidor é e sempre foi uma das diretrizes de sua gestão. Os novos planos de cargos e salários já acenavam para essa realidade. No entanto, são necessários muito mais do que incentivos financeiros, pois é preciso dar condições adequadas de prestação de serviço, e isso importa, inquestionavelmente, entre outras coisas, na aquisição de equipamentos de proteção (EPI), bem como na manutenção de um sadio ambiente de trabalho, daí porque a implantação da ginástica laboral.

 

  

Administração