Superávit permite Prefeitura de Jacarezinho fazer reformas em Posto de Saúde

06/10/2016 11:24

Reforma em Posto de Saúde

Marília Santiago

Posto de Saúde em reforma

 

A Unidade Básica de Saúde 'Domingos Módena', que fica localizada no bairro Aeroporto, foi construída e inaugurada no ano de 2000 e desde então o prédio nunca havia recebido manutenção.  Segundo informações adquiridas na Secretaria Municipal de Saúde, quando a atual gestão assumiu a administração em 2012, a unidade já apresentava desgastes em sua construção, mas não necessitava de reparos urgentes.

O Secretário Municipal de Saúde Geraldo Romão informou que no final de 2013 para 2014, a prefeitura realizou uma manutenção emergencial no prédio, pois segundo ele, a sala de espera da unidade apresentava uma grande rachadura e havia a ameaça de desabamento. "Devido à grande trinca que se formou na recepção tivemos que realizar uma intervenção emergencial e assim, resolvemos o problema no momento", relembrou o secretário.

Para Geraldo o local escolhido para a construção da unidade não foi o ideal. "Aliás, essa unidade foi construída num local não muito favorável. Porque ali o solo é instável e com um alicerce não muito bom, as paredes tendem a cederem e também tem a pedreira hoje desativada, mas antes funcionava e com os estouros de dinamites prejudicou muito a estrutura, além das casas do bairro", recordou.

Após a reforma emergencial a unidade continuou seu funcionamento sem outras reformas. "Depois desse trabalho de urgência não houve mais nenhuma reforma até esse ano, quando percebemos que precisava de novas reformas, pois com a herança deixada pela antiga pedreira as paredes continuaram rachando e trincando", explicou.

Segundo o secretário a reforma que foi orçada em R$45 mil e a verba utilizada é de um superávit (quando o lucro é maior que o gasto), que aconteceu no ano passado (2015). Geraldo informou que a empresa contratada para a reforma foi Tutex Pinturas e Construções de Jacarezinho e que segundo o contrato a mesma tem o prazo de 40 dias para a conclusão da obra. Ele informou também que infelizmente, a população e funcionários estão passando por tanto transtorno devido não ter outro local para o funcionamento da unidade. "Sabemos que é difícil para todo esse transtorno, mas isso está acontecendo por não termos um local para transferir o atendimento durante o período da reforma. Então estão atendendo mesmo com os pedreiros trabalhando", explicou.

O secretário explicou também que a fim de acelerar a reforma ficou combinado que os pedreiros trabalhassem também nos finais de semana e durante a semana fossem realizados serviços numa ala por vez. "Combinar esses detalhes foi à forma que encontramos para facilitar os trabalhos, além de reduzir o horário de atendimento da unidade para meio período, com o funcionamento até as 13 horas, para tentar amenizar os transtornos para funcionários e usuários", esclareceu. E relatou estar com algumas dificuldades, pois a empresa não está fazendo exatamente o que foi combinado. "Apesar de não estarem fazendo o combinado, estamos superando essa problemática, porque falta pouco para o término das obras," expressou.

Geraldo falou dos reparos que estão sendo feitos no prédio. "A reforma falta pouco para ser concluída e os reparos feitos pela empresa vão desde reforços no alicerce, reparos no telhado, troca de calhas, consertos nas infiltrações e por último refazer a pintura", declarou.

Em resposta a uma reportagem do site Tabajara Notícias, a Secretaria do Desenvolvimento Urbano publicou um informe de reposta relatando a verdadeira realidade do que acontece com a obra em andamento no posto de saúde do bairro. Na oportunidade a secretária do órgão Juliana Petri esclarece não haver previsão para a entrega parcial ou total da obra, como foi informada na reportagem publicada no dia (19), deste mês e destacou que a data prevista para o término da obra, é para o dia 21 de outubro.

 

Assessoria de Imprensa/Marília Santiago



Galeria de imagens