Procon Jacarezinho orienta sobre utilização de produtos no carnaval

25/02/2014 09:48

Órgão segue nota técnica da Secretaria Nacional do Consumidor em Brasília

Jivago França

Arquivos relacionados

A agência do Procon de Jacarezinho divulgou nesta segunda-feira (24), uma nota técnica da Secretaria Nacional do Consumidor (SENACON/DPDC), sobre a utilização correta de produtos característicos da época do carnaval.

 

De acordo com a nota, a informação é a principal ferramenta a disposição dos consumidores para um consumo consciente e seguro e que melhor defende seus interesses econômicos e sociais, além de ser fundamental para o fortalecimento e concretização de sua cidadania.

 

Ainda de acordo com a nota do Procon, os principais problemas enfrentados pelos consumidores neste período de carnaval são com preservativos e brinquedos que utilizam spray (tais como espumas artificiais e buzinas spray com cornetas), cujo consumo é potencializado nesta época e que se utilizados sem os devidos cuidados podem comprometer a segurança e saúde dos consumidores.

 

A chefe de divisão do Procon de Jacarezinho, Maiara de Souza Guimarães, orienta sobre a atenção no momento da compra. “Durante a compra destes produtos o consumidor deve estar atento para a procedência, data de validade e existência de selo do INMETRO, pois representa uma garantia de qualidade e segurança”, destacou.

 

NOTA:

 

Preservativo

 

Para utilização deste produto, é importante que o consumidor esteja plenamente ciente dos cuidados necessários para compra conservação e utilização do produto.

 

Os consumidores devem atentar às condições da embalagem do preservativo, observando se está em perfeito estado e sem nenhum tipo de alteração (rasgada, arranhada, amassada), bem como ler atentamente as informações contidas na embalagem ou nas instruções de uso, além de verificar a validade, origem, identificação do fabricante ou importador e, ainda, se há selo do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial - INMETRON, que é o órgão certificador da segurança dos produtos.

 

Conforme orientação do INMETRO "é possível a distribuição de embalagens aluminizadas desprovidas das embalagens de consumo (caixas) durante campanhas realizadas pelo Ministério da Saúde. Sua comercialização, por enquanto, não é permitida e nas embalagens individuais deve constar uma frase indicando venda proibida ou distribuição gratuita".

 

Por fim é importante que o consumidor ao adquirir o preservativo, mantenha-o em local adequado, protegendo do calor ou umidade excessiva, evitando o ressecamento do látex que comprometerá a qualidade e segurança do produto.

 

Utilização de espuma artificial e buzina em spray

 

Nos bailes e blocos de carnaval observa-se o intenso uso de brinquedos com spray, tais como espumas artificiais, spray colorido de cabelo e buzinas em spray com cornetas. Todos brinquedos que proporcionam diversão aos foliões, mas que podem causas risco às suas saúde e segurança se não utilizados de forma adequada.

 

É importante que o consumidor, antes de adquirir esses e outros produtos com spray, verifique a procedência, a data de validade e se o produto possui o selo do INMETRO, que atesta a sua segurança. Esta verificação é de suma importância pois representa uma garantia de qualidade e segurança do produto.

 

Além desses cuidados, é importante que os consumidores cultivem o hábito de boas práticas para o consumo sustentável, evitando o desperdício ou o uso excessivo ou desnecessário de certos produtos que afetam o meio ambiente, contribuindo com a manutenção de um meio ambiente equilibrado e uma melhor qualidade de vida para todos.

 

Assim é importante que se esclareça que alguns produtos de spray contêm como propelente o CFC (clorofluorcarbono), uma das substâncias responsáveis pela destruição da camada de ozônio. A indústria brasileira não mais fabrica ou importa materiais com essa substância. Por isso, é importante que o consumidor que adquirir um produto importado, verifique se este produto está de acordo com a regulamentação brasileira.

 

Além do CFC, as espumas artificiais podem apresentar em sua composição alguns resíduos tóxicos de pesticidas dos tipos Organoclorados, Organofosforado, Carbomatos e Piretróides. Caso a espuma artificial escolhida apresente quaisquer das substâncias supramencionadas, recomenda-se que o consumidor não adquira.

 

Por todo o exposto, recomenda-se que no período de carnaval, o consumidor busque orientação nos Procons no caso de dúvidas quanto à procedência do produto e à idoneidade do fornecedor de produtos ou serviços para que possa aproveitar as festividades sem maiores preocupações ou contratempos.

Jivago França