Trânsito de Jacarezinho deverá ser municipalizado em breve

09/07/2013 16:02

CONSELHO DE TRÂNSITO

Marcos Junior

O Conselho Municipal de Trânsito de Jacarezinho se reuniu na manhã desta terça-feira, 9, para debater a municipalização do setor no município. Além disto, foram debatidos os temas da proibição de estacionamento no canteiro central e a volta da zona azul.

Durante a reunião foi destacado que o dinheiro arrecadado com multas e o Imposto sobre a Propriedade dos Veículos Automotores (IPVA) não fica em Jacarezinho, sendo integralmente destinado ao Governo do Estado. "Com a municipalização do trânsito poderemos receber 50% do IPVA e a arrecadação de algumas multas que acontecem no perímetro urbano de nossa cidade", comenta Guilherme Castanho, Secretário Municipal de Conservação Urbana.

Ele juntamente com o Secretário Municipal de Administração, Conrado Segalla, participaram de uma reunião nesta segunda-feira, 8, em Bauru (SP) onde conheceram o sistema de trânsito municipalizado. "Descobrimos que não estamos cadastrado no CIRETRAN e com isto deixamos de receber recursos", enfatiza Conrado.

Participaram da reunião José Carlos Molini (vice-prefeito), Sidnei Ferreira (Secretário de Assistência Social), Luciano Pissu (Assessor deputado Stephanes Junior), João Paulo Carretero (Secretário de Agricultura), Aparecido Donizete Elero (diretor de Trânsito), Laís Lamin (funcionária do departamento de trânsito) e Fabiano Saad (representando a Câmara Municipal).

Canteiro Central

A proibição do estacionamento no canteiro central das avenidas do município também foi debatido. Já começaram s retiradas das faixas e colocação de placas para orientação dos motoristas não estacionarem. Segundo o artigo 181 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) não há necessidade de colocação de placas, mas como é um costume de muitos anos na cidade de Jacarezinho o Departamento de Trânsito está fixando placas indicativas.

"Esta é uma questão que o DETRAN/PR e a Polícia Militar tem nos alertado para uma situação que está errada há vários anos", argumenta Elero. Segundo o CTB parar em local proibido é uma infração grave, o motorista soma 5 pontos na carteira e recebe uma multa de R$ 127,69, além de poder ter o carro removido.

Segundo o Secretário Municipal de Conservação Urbana já está sendo estudado o estacionamento de 30º ou 40º em toda a extensão das avenidas centrais. "Com isto, daria mais locais para estacionamento dos motoristas", ressalta.

Zona Azul

O tema da Zona Azul também foi debatido durante a reunião. "A intenção era reativarmos a Guarda Mirim e podermos dar oportunidade de trabalho para os jovens. Mas estamos entrando com um questionamento sobre isto no Ministério Público, para depois não termos problemas sobre esta situação", comenta o vice-prefeito José Carlos Molini, e Presidente do Conselho de Trânsito.

A expectativa é que em breve uma empresa terceirizada pegue a concessão das 37 quadras que serão de estacionamento rotativo. "É um período de seis meses que será feito o contrato. Com isto, resolveremos a situação da Guarda Mirim", finaliza Conrado Segalla.

 

 

Marcos Junior - Dep de Comunicação