Prefeitura e Emater traçam ‘mapa’ de produtos para merenda

29/12/2011 15:39

De acordo com Nelson Paulino Leite, a reunião de hoje de manhã resultou em mais um passo importante para a continuidade da merenda de qualidade

Alfredo Jorge

Participantes da reunião com trator do Município

 

Na manhã de hoje, 56 pequenos produtores rurais compareceram à reunião com a prefeita de Jacarezinho Tina Toneti. O encontro, realizado na sede da Associação Comercial e Empresarial de Jacarezinho (Acija), foi utilizado para debater e definir o ‘mapa’ dos produtos que serão vendidos diretamente para a merenda escolar, no processo conhecido como compra direta.

Estavam presentes ainda o secretário Municipal de Agricultura e Meio Ambiente José Antonio Costa, o secretário de Planejamento Nelson Paulino Leite, o de Gabinete Felippe Toneti, o diretor de merenda escolar Carlos César Pereira, além do agrônomo Rômulo Faria e da responsável pelo escritório local da Emater Thaís Maria Coccia.

Os profissionais da Emater trouxeram uma planilha-base do que cada produtor poderia produzir e distribuir. Foi feita uma chamada oral para conferir se todos estavam de acordo. No total, são quase 30 produtos divididos entre os produtores, fato que garante a qualidade na alimentação das crianças.

Ainda há alguns ajustes a serem feitos e produtos a serem incluídos, mas por enquanto já está definido que os agricultores participantes terão o compromisso de produzir alface, batata-doce, couve, chicória, acerola, repolho, cheiro-verde, rúcula, brócolis, pepino, pimentão, tomate, cenoura, beterraba, mamão, chuchu, poncã, berinjela, laranja, mandioca, maracujá, abobrinha, melancia e milho verde, além do pão e da carne.

O secretário de Agricultura José Antonio Costa se mostrou satisfeito com o resultado. “Desde a primeira reunião, todos os envolvidos no processo bateram na tecla da ‘diversificação de produtos’. Ficamos muito contentes que as coisas estão caminhando de modo a atender bem tanto os produtores quanto as escolas”, comentou.

De acordo com Nelson Paulino Leite, a reunião de hoje de manhã resultou em mais um passo importante para a continuidade da merenda de qualidade. “Com a implantação deste belo projeto, todos ganham, a Educação em Tempo Integral (em vigor em todas as escolas de Jacarezinho a partir do ano que vem), demandará maior número de refeições, nossos produtores familiares aumentarão sua renda, e o mercado local terá mais recursos circulando. É um benefício em cadeia. Além de oferecer uma alimentação completa, com todos os nutrientes que os pequenos precisam, o que é muito importante”, falou.

Segundo a responsável pela Emater Thaís Coccia, foram selecionados os produtores que tem comprovadamente capacidade para produzir tais quantidades. “Já nas primeiras visitas técnicas que fizermos apresentaremos o termo de compromisso, pedindo a assinatura do agricultor. Lá irá constar a quantidade a ser vendida e prazo de entrega”, explicou.

Thaís contou ainda que o contato direto com os produtores tem mostrado que eles estão satisfeitos com a forma que o processo está sendo encaminhado pela Prefeitura e Emater. “E nós também”, completou.

A agricultora que mora no bairro rural Água Feia, Vilma Carrasco, já participa do programa pelo segundo ano consecutivo. “Ajuda muito ter este valor certo de venda, nos dá um alívio durante o ano porque sabemos que boa parte da produção já tem entrega certa”, disse.

 

Departamento de Comunicação / Fotos: Alfredo Jorge / Matérias: Rômulo Madureira



Galeria de imagens