Crianças passam tarde no Horto através de parceria pública

06/12/2011 15:54

De acordo com a diretora geral de Meio Ambiente Annieli Maieski, foi essencial a interação entre os órgãos para realizar um trabalho completo

Alfredo Jorge

Crianças se preparam para entrar na trilha

 

Uma parceria firmada entre Prefeitura Municipal, Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), Polícia Civil e Instituto Ambiental do Paraná (IAP) propiciou uma tarde de diversão no Horto Florestal de Jacarezinho na última sexta-feira. As crianças do 3º e 4º ano da Escola Municipal Vera Cecília Lamin venceram a gincana realizada durante a semana (arrecadaram 245 quilos de material reciclável) e tiveram direito à tarde no Horto.

Perto das 13h, as crianças foram levadas a entrar em contato com a Natureza. A primeira atividade foi a trilha ecológica, por onde as crianças puderam observar espécies de plantas diversas e animais silvestres. Depois, foi a vez do Teatro, apresentado pelos alunos do curso de Ciências Biológicas da UENP – campus Bandeirantes. A peça tinha bruxas e até o próprio mosquito da Dengue, trabalhando com a prevenção da doença. Logo após, as crianças subiram para o lanche e confraternização.

De acordo com a diretora geral de Meio Ambiente Annieli Maieski, foi essencial a interação entre os órgãos para realizar um trabalho completo. “Foi um dia maravilhoso, as crianças se divertiram e os alunos da UENP se divertiram mais ainda em ver a empolgação das crianças. Eventos desse tipo precisam ocorrer com mais freqüência porque é o que marca a vida dos pequenos e os fazem crescer com cada vez mais consciência ecológica”, falou.

O professor da disciplina de Biologia Educacional Flávio Otomura explica que esta é uma matéria voltada para formar educadores em saúde. “Fazemos trabalho cênico nas escolas em Bandeirantes, que é um teatro de prevenção a doenças mais simples. Nestes últimos anos, devido ao aumento número de casos de Dengue, adaptamos o teatro para a prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti”, disse.

A delegada da 12ª Subdivisão Policial, Patrícia Taborda, disse que a Polícia Civil trabalha de forma mais intensa na repressão ao crime, mas não deixa de prezar pela prevenção junto às crianças. “Gostamos muito de trabalhar com eles abordando questões inerentes à cada idade. Com os adolescentes trabalhamos mais com a questão de drogas. Procuramos abordar todos os setores da sociedade, prevenindo o crime para ter uma Jacarezinho melhor”, falou.

Ainda segundo Patrícia, a parceria com a Prefeitura é antiga: este projeto (chamado Criança Segura) está sendo realizado pelo terceiro ano seguido: no primeiro ano, foram dadas dicas de segurança (não aceitar caronas de estranhos, doces...), no segundo, foi abordada a questão do ato infracional (é crime xingar, é crime bater...) e neste, os crimes ambientais.

 

Departamento de Comunicação / Fotos: Alfredo Jorge / Matérias: Rômulo Madureira



Galeria de imagens