História


Brasão do Municipio

Origem e Ocupação do Município

As primeiras tentativas de colonização conhecidas datam do século passado, por volta de 1898. Um dos primeiros pólos de desenvolvimento agrícola do Estado, sua colonização foi realizada por fluminenses, paulistas e mineiros. Sua riqueza maior provém do setor agropecuário e de prestação de serviços.

No início do século a maior cultura era a do café. Posteriormente, houve a substituição do café pelas lavouras de cana-de-açúcar, indústria de açúcar e álcool e pastagens. Novos produtos com cotação no mercado externo e interno como a soja, o algodão e o trigo, avicultura e suinocultura, vieram a partir da década de 70.

Emancipada à condição de Município através da Lei n.°522, de 02 de abril de 1900, recebeu inicialmente o nome de Nova Alcântara. Em 03 de março de 1903, através da Lei n.°471, recebeu o nome de Jacarezinho. Cidade Pólo, famosa pelas suas faculdades, escolas e atividades culturais, Jacarezinho é a capital estudantil da região.

Com a instalação da reitoria da Universidade Estadual do Paraná, a cidade conta com as faculdades de Filosofia, Ciências e Letras; Educação Física e Fisioterapia; e Direito, faculdades públicas pertencentes à UENP.

Geograficamente localizada em um ponto estratégico, com ligação rodoviária com as mais importantes cidades do Paraná e São Paulo, fica eqüidistante de Curitiba e da capital paulista - 400km. Dotada de excelente infraestrutura urbana, possui trabalhadores qualificados e competentes, solo fértil, com grande diversidade na produção agropecuária. Tem ainda uma moderna rede de comunicação - telefonias fixa e celular, internet, rádios AM e FM, agências bancárias, teatro, cinema, Ginásio de Esportes, Centro de Eventos e, o mais importante, a energia de sua juventude, fator vital para a construção de seu futuro.

Ao divulgar suas virtudes, o Município oferece aos interessados oportunidades de negócios com forte apoio da administração municipal, que deseja a instalação de empresas nos mais variados segmentos econômicos, a fim de contribuírem para o desenvolvimento local de maneira integrada e sustentável, gerando empregos e renda, preservando a qualidade de vida de sua população.

O jacarezinhense se orgulha de sua tradição de bem receber os visitantes, tanto aqueles que buscam por seus eficientes serviços ou produtos, como outros que aqui freqüentam suas festas, eventos ou atividades religiosas.

Conheça Jacarezinho, com seus atrativos naturais - Morro do Cruzeiro, Parques Municipais e rios, ou ainda os maravilhosos afrescos de Sigaud, na Catedral Diocesana, a arquitetura local e, principalmente, o trabalho de nossa gente, nossos artesãos e nossos artistas.